Datalink participa da feira Music Brasil, em Guarujá

Datalink participa da feira Music Brasil, em Guarujá

De 20 a 22 de fevereiro próximo, vamos levar os melhores cabos de audiovisual para lojistas de todo o País

Embu das Artes (SP), 8 de fevereiro de 2024 – A Datalink participa da 17ª edição da Feira Music, em Guarujá, no litoral paulista. Vamos levar os melhores cabos de sonorização e audiovisual para os melhores lojistas do País. A feira acontece de 20 a 22 de fevereiro próximo, no Hotel Casa Grande (Avenida Miguel Estefno, 1001, na Enseada), em Guarujá.

Nesta edição, a Feira Music tem como tema “Os Sons” e a chamada “Porque metade de mim é Música, e a outra também”. A proposta é conciliar em um mesmo evento bons negócios e bons relacionamentos com os clientes. A feira reúne marcas consagradas do mercado de áudio e instrumentos musicais, como a Datalink, e também os maiores empreendedores do segmento varejista de todo o Brasil.

A Datalink, a exemplo da participação em outros eventos do segmento de audiovisual, levará sua equipe profissional da área técnica e de vendas para atender, de forma qualificada, lojistas de um mercado tão exigente em termos de som de qualidade. Além disso, o stand da Datalink contará com uma estrutura arrojada e inovadora para receber os empreendedores com conforto e mostrar como os cabos da empresa são produzidos na fábrica de Embu das Artes.

Para a Datalink, qualidade não é apenas um substantivo feminino, é cabo.

Serviço
O que: Datalink participa da 17ª Feira Music de Guarujá
Quando: De 20 a 22 de fevereiro de 2024
Onde: Hotel Casagrande – Avenida Miguel Estefno, 1001, na Enseada, em Guarujá
Informações: Rosângela Ribeiro Gil – imprensa@afdatalink.com.br

Sobre a Datalink
A Datalink é uma das principais fabricantes de cabos coaxiais e conectores e desenvolvedora de sistemas de alta qualidade e performance. Empresa brasileira cujo portfólio de produtos atende a diversos segmentos econômicos e de serviços: agronegócio, automação industrial e predial, automotivo, energia solar, estética, saúde, sonorização, telecomunicações. A história da Datalink mostra a capacidade industrial e a competência da engenharia brasileira. A qualidade, a excelência e a segurança dos seus produtos são a marca da Datalink criada em 1993 e com seu complexo industrial instalado em Embu das Artes (SP). Em 2023, recebeu a certificação GPTW (Great Place To Work) de ótima empresa para trabalhar. Mais informações em
 www.afdatalink.com.br.

Assessoria de Imprensa
Rosângela Ribeiro Gil
imprensa@afdatalink.com.br

Engenheiro fala sobre cabos de instrumentação

Engenheiro fala sobre cabos de instrumentação

Empresa faz blindagem eletrostática total para assegurar resultados positivos em ambientes industriais

Embu das Artes (SP), 7 de fevereiro de 2024 – O engenheiro eletricista Amauri Soares, gerente de Produtos da Datalink, mostra, nesta entrevista especial, porque os cabos de instrumentação da empresa têm qualidade e segurança garantidas e são feitos de acordo com a necessidade e projeto do cliente.

Soares explica que os cabos de instrumentação, também conhecidos como de sinal, são para uso industrial com aplicação específica para transmitir sinais analógicos – geralmente do protocolo padrão 4-20mA. “Eles [os cabos] devem seguir a norma brasileira NBR 10300, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), visando a leitura correta dos sinais e a durabilidade em ambientes industriais. Procedimento cumprido na fabricação dos cabos da Datalink”, observa.

Conforme o gerente de Produtos, os cabos de instrumentação podem ser “aplicados em instalações de equipamentos elétricos, leitura de instrumentos de campo, acionamento e controle, painéis de comando, PLC [sigla em inglês para Programmable Logic Controller, em português, Controlador lógico programável], máquinas e equipamentos industriais entre outros”, diz.

Acompanhe outras informações técnicas sobre os cabos de instrumentação industrial da Datalink com o engenheiro e gerente de Produtos Amauri Soares.

Todo cabo de instrumentação é igual?

Engenheiro Amauri Soares: os melhores cabos de instrumentação estão na Datalink. Crédito: Cristina Harms Camacho.

Amauri Soares – O cabo de instrumentação pode variar em termos de estrutura dependendo da aplicação e ambiente de instalação. O ideal pode ser adquirido na Datalink, pois temos uma equipe qualificada para dar suporte aos clientes e especificar o produto correto para cada projeto.

Qual é a estrutura material e técnica do cabo?
Amauri Soares – Normalmente, ele é composto por fios de cobre eletrolítico nu com classe de encordoamento 5, o que o caracteriza como um cabo flexível. Já o cabo trio ou terna, como é chamada a opção com três vias, acompanha um dreno de cobre estanhado 0,5 mm², que tem a função de realizar o aterramento. Para evitar interferências, os cabos possuem blindagem.

Em que tipos de ambientes os cabos são utilizados?
Amauri Soares –
Dependendo das características individuais do cabo de instrumentação, ele pode ser usado em ambientes fechados ou ao ar livre, ou mesmo enterrado direto no solo ou aplicado ao ar livre e em bandejas abertas ou calhas. Portanto, poderá ter diferentes polímeros na composição da isolação dos condutores e da capa externa.

Quais as vantagens de quem utiliza os cabos de instrumentação da Datalink?
Amauri Soares –
A qualidade é a principal força no processo de fabricação dos cabos da empresa. Afirmo, com minha experiência profissional na engenharia, que a qualidade é inegociável para a empresa que, inclusive, foi criada por dois engenheiros, em 1993.

A Datalink tem estrutura fabril moderna e inovadora e corpo técnico e de engenheiros altamente qualificados. Somos e estamos capacitados, com as devidas homologações legais, a desenvolver cabos e conectores de alta performance para as mais diversas aplicações.

Para que serve o cabo de instrumentação?
Amauri Soares –
O cabo para instrumentação industrial e sinal é utilizado em uma ampla gama de aplicações. Ele tem um papel vital no funcionamento dos sistemas de controle e de máquinas nos diversos processos industriais. Por exemplo, eles estão em plantas de produção nos mercados automotivo, de celulose, de óleo & gás e de mineração, no transporte (metrôs, aeroportos, portos, rodovias etc.), entre outros setores.

Engenheiro, qual é a importância da blindagem para esse tipo de cabo?
Amauri Soares –
A blindagem age como uma barreira eletrostática contra os ruídos e mantém a integridade do sinal do cabo. A blindagem geralmente é composta de fita de poliéster aluminizada em contato com dreno de cobre estanhado. Na Datalink, os cabos de instrumentação industrial têm qualidade elevada com blindagem eletrostática total, o que assegura resultados positivos.

> Informações técnicas dos cabos de instrumentação industrial da Datalink em https://afdatalink.com.br/cabo-para-instrumentacao-industrial-linha-signal-datalink/

Sobre a Datalink
A Datalink é uma das principais fabricantes de cabos coaxiais e conectores e desenvolvedora de sistemas de alta qualidade e performance. Empresa brasileira cujo portfólio de produtos atende a diversos segmentos econômicos e de serviços: agronegócio, automação industrial e predial, automotivo, energia solar, estética, saúde, sonorização, telecomunicações. A história da Datalink mostra a capacidade industrial e a competência da engenharia brasileira. A qualidade, a excelência e a segurança dos seus produtos são a marca da Datalink criada em 1993 e com seu complexo industrial instalado em Embu das Artes (SP). Em 2023, recebeu a certificação GPTW (Great Place To Work) de ótima empresa para trabalhar. Mais informações em
 www.afdatalink.com.br.

Assessoria de Imprensa
Rosângela Ribeiro Gil
imprensa@afdatalink.com.br

Cabos Datalink garantem som de trios elétricos

Cabos Datalink garantem som de trios elétricos

Os trios elétricos OFERVO e Som da Ilha levam alegria para milhares de foliões com os cabos da Datalink

Atrás do trio elétrico
Só não vai quem já morreu
Quem já botou pra rachar
Aprendeu, que é do outro lado
Do lado de lá do lado
Que é lá do lado de lá
(Canção de Caetano Veloso)

Embu das Artes, 7 de fevereiro de 2024 – Os cabos de sonorização da Datalink também são presença marcante no Carnaval. Eles garantem a folia de milhares de pessoas que vão atrás dos trios elétricos OFERVO e Som da Ilha. O sistema de cabeamento dos trios tem a marca inconfundível do cabo de qualidade e alta performance, Datalink.

César Augusto Bilezikdjian, criador e um dos sócios da Som da Ilha, explica que “o cabeamento de um sistema de som é parte fundamental em toda a complexidade de uma apresentação musical ou mesmo em um sistema de som para grandes eventos, como o de um trio elétrico ou do automobilístico StockCar”.

Além do bom gosto pelo som de qualidade, a empresa tem outra semelhança com a Datalink, ambas estão na “estrada” há mais de 30 anos. “Criei a Som da Ilha junto com o meu irmão Paulo de Tarso Bilezikdjian. Trinta anos não são trinta dias de trabalho profissional. Falo com convicção: entregamos o melhor som para o público”, ressalta César Augusto.

Os irmãos César e Paulo Bilezikdjian fundados da Som da Ilha. Crédito: Acervo pessoal.

Já o criador do trio “OFERVO” traz o som de qualidade no próprio DNA. Com inspiração de pai e tios, da banda San Sebastian, Célio Antônio Reis Júnior, ou apenas Celinho, criou, em 1997, a empresa OFERVO Eventos e Locação de Equipamentos. Voo próprio que deu mega certo e chega aos 27 anos de existência ainda mais potente, agora com os cabos da Datalink.

Neste Carnaval, com agenda cheia até 18 de fevereiro, pelo menos, o melhor trio elétrico truck do Brasil vai fazer a alegria de milhares de foliões. Conversamos com o Celinho em meio aos preparativos carnavalescos, testando toda a estrutura de sinal, gerador e som do trio elétrico. Como ele mesmo diz e comemora, “equipado com os melhores cabos do País. No Carnaval deste ano, nosso sistema de subsnake, Multivias, Cabos XLR de sinal, Cabos P10 para instrumentos são todos da Datalink, de cabo a rabo”.

Celinho, de camiseta azul, na fábrica da Datalink, com o gerente Maurício Fernandes (no meio) e Serginho Reis, produtor musical. Crédito: Divulgação.

Celinho explica que seu trio elétrico está puxando os bloquinhos carnavalescos de São Paulo. “Vamos rodar muitos quilômetros até o dia 18 de fevereiro. Nos preparamos o ano inteiro para essa época tão especial, alegre e contagiante”, exalta. Preparo, diz ele, que estão nos mínimos detalhes, da manutenção, da troca de óleo e filtros do motor, até o último teste de som e alinhamento do sistema de áudio. Levamos para as ruas o que há de novidade e melhor em qualidade audiovisual”.

Celinho avisa que o Carnaval de 2024 será mais especial. OFERVO Trio Elétrico compõe agora a galeria de artistas da Datalink. “Todo nosso sistema de cabos e conectores de sinal e instrumentos agora são Datalink. Um bom cabo junto com um bom conector é essencial para uma ótima qualidade e rendimento de áudio. E Carnaval é som!”, ensina.

Trio elétrico OFERVO, no Vale do Anhangabaú. Crédito: Divulgação.

O OFERVO tem uma vasta experiência em grandes produções para multidões. “Em São Paulo e no Rio de Janeiro, nossos contratantes nos chamam de o Trio Elétrico OFERVO, o TRIO que arrasta multidões”, diz, orgulhoso. Alguns dos eventos e ocasiões em que o trio OFERVO está presente: Parada Gay, Marcha para Jesus, Virada Cultural, festas juninas e de final de ano, micaretas, festas temáticas e muito mais.

Em tempo, Celinho avisa que vai produzir um videoclipe comemorativo aos 50 anos da banda San Sebastian e “vamos usar os excelentes cabeamentos Datalink”. Sucesso! Já estamos na fila para assistir à homenagem.

 Para saber mais, OFERVO está no Instagram, Facebook, TikTok, YouTube.

Com vocês, a Som da Ilha!
A empresa, que nasceu no Vale do Ribeira (região localizada no sul do estado de São Paulo), está no mercado de eventos há 35 anos. A Som da Ilha é referência nacional e atua em diversos segmentos do setor. Com um portfólio que impressiona, trabalha em conjunto com os clientes para definir, desenhar e distribuir soluções criativas, inovadoras e específicas, de acordo com cada perfil e porte. A Datalink tem muito orgulho de ter a empresa como sua cliente fiel.

Nos dias de Carnaval, diz César Augusto Bilezikdjian, a Som da Ilha “roda” o Brasil todo. “Usamos as mesmas tecnologias utilizadas em passarelas do samba, como as do Rio de Janeiro (Sapucaí) e de São Paulo (Anhembi). Este ano estaremos em algumas cidades como Iguape, Registro, Cananéia, Pariquera-Açu e Juquiá”, informa.

A assertividade em projetos especiais se tornou o grande diferencial da empresa que tem um time comprometido, flexível, experiente e altamente qualificado. A Som da Ilha conta com frota própria, se mantém conectada às novas demandas e investe continuamente em tecnologia de ponta o que garante competência e modernização dos serviços prestados. “Costumamos dizer que é padrão Som da Ilha”, diz César Augusto.

O encontro de duas grandes empresas brasileiras se deu na busca da qualidade, lembra César Augusto: “A Datalink começou a fazer parte do nosso fornecimento de cabos, após notarmos a dificuldade que tínhamos de conseguir produtos diferenciados do mercado comum, os equipamentos estão mudando constantemente e necessitam de novos projetos de cabos e conexões.”

Uma união perfeita até os dias de hoje, comemora César Augusto e a Datalink. “É uma parceria incrível e sustentável em todos os sentidos, para a construção de novos cabos e busca de novas tecnologias para esse mercado do áudio profissional”, informa.

Ele se orgulha da história que a Som da Ilha construiu ao longo de mais de três décadas de ‘estrada’: “A excelência em projeções e nos sistemas de sonorização e iluminação, segurança garantida em toda infraestrutura, confiança, eficiência, qualidade e potência são os pilares determinantes que atestam o full service da Som da Ilha.”

Os cabos da Datalink ajudam na tarefa de garantir essa qualidade do serviço da Som da Ilha. César Augusto comprova: “O cabeamento de um sistema de som é parte fundamental em toda a complexidade de  uma apresentação musical ou mesmo em um sistema de som para grandes eventos. Os cabos fazem a transmissão de dados, energia e sinal da origem  – microfones, instrumentos, computadores etc. – até o final – amplificadores e caixa de som.”

Som da Ilha garante grandes shows com os cabos Datalink. Crédito: Divulgação.

Ele acrescenta: “É por isso que a Datalink faz parte dessa complexidade tecnológica da Som da Ilha. Mas, além de ser nosso fornecedor de cabos, a Datalink ainda ajuda na construção de ideias de novos produtos”.

 Para conhecer mais a Som da Ilha, entre no site https://www.somdailha.com.br/

Sobre a Datalink
A Datalink é uma das principais fabricantes de cabos coaxiais e conectores e desenvolvedora de sistemas de alta qualidade e performance. Empresa brasileira cujo portfólio de produtos atende a diversos segmentos econômicos e de serviços: agronegócio, automação industrial e predial, automotivo, energia solar, estética, saúde, sonorização, telecomunicações. A história da Datalink mostra a capacidade industrial e a competência da engenharia brasileira. A qualidade, a excelência e a segurança dos seus produtos são a marca da Datalink criada em 1993 e com seu complexo industrial instalado em Embu das Artes (SP). Em 2023, recebeu a certificação GPTW (Great Place To Work) de ótima empresa para trabalhar. Mais informações em 
www.afdatalink.com.br.

Assessoria de Imprensa
Rosângela Ribeiro Gil
imprensa@afdatalink.com.br

Vitor Kley: minha missão é levar amor para as pessoas

Vitor Kley: minha missão é levar amor para as pessoas

Parceria oferece ao cantor cabos de qualidade para utilizar nos palcos, garantindo qualidade, resistência e segurança do começo ao fim dos shows

Embu das Artes (SP), quarta-feira, 24 de janeiro de 2024 – A Datalink, fabricante dos melhores cabos do País, acaba de fechar parceria com mais um artista brasileiro de sucesso. É com muita honra que anunciamos: Vitor Kley é mais um grande nome que se soma à galeria musical da empresa. “Estou muito feliz com essa união com a empresa para levar alegria e o melhor som para as pessoas”, destacou Kley, nesta entrevista especial à newsletter da Datalink.

Vitor Kley compôs sua primeira canção aos 10 anos de idade, mas foi em 2017, após o lançamento do hit “O Sol”, que o artista conquistou e vem conquistando uma legião de fãs no Brasil e em outros países. A canção viralizou de forma orgânica. Sucesso consolidado, o clipe da música ultrapassa a marca dos 280 milhões de visualizações no YouTube e esse número cresce a cada dia.

Lista de sucessos
Em 2015, assinou com a gravadora Midas Music, lançando seu primeiro EP, o homônimo Vitor Kley. Três anos depois veio Adrenalizou, terceiro disco e vencedor do Disco de Platina, que trouxe os hits “Morena”, “Adrenalizou” e “O Sol”.

Vitor Kley alcança sucesso com hits, como “O Sol”. Crédito: Murilo Amancio.

Em seguida chegaram “Pupila”, com o duo Anavitória; e “A Tal Canção para a Lua”, ao lado de Samuel Rosa, faixa pela qual Vitor foi indicado ao Grammy Latino. Em 2020 sai o EP Ao Vivo em Portugal seguido do álbum “A Bolha”, com 12 faixas, que chegou para carimbar um novo momento na vida do cantor.

Vitor Kley não parou por aí. Lançou a regravação “A Cura” ao lado de Lulu Santos, além das inéditas “O Amor Machuca Demais”, “Tudo Me Lembra Você” e “Ainda Vou Morrer Por Não Falar”. Em 2022, o artista animou o público no Palco Sunset do Rock in Rio ao lado de Di Ferrero. Em 2023, Vitor lançou seu primeiro DVD “A Bolha Ao Vivo em São Paulo”, com participação de Samuel Rosa, Jorge & Mateus, L7, Priscilla Alcantara, Bruno Martini e Rick Bonadio. O cantor ainda esteve na Europa para uma turnê de dois meses, que passou por 16 cidades em três países diferentes – Portugal, Itália e Inglaterra.

Atualmente, o artista acumula mais de três milhões de ouvintes mensais no Spotify e 290 mil inscritos no YouTube. Sempre com o característico sorriso no rosto e alto astral contagiante, Vitor Kley conquistou seu espaço e se desponta como um dos principais talentos musicais do País. Confira, a seguir, a entrevista completa com o cantor e compositor.

Eu e a Datalink estamos juntos na missão de levar o melhor som. Crédito: Murilo Amancio.

DLK – Vitor, com muita honra você é o novo artista da Datalink. Como se deu o “encontro” entre a sua música e os cabos Datalink? Utilizar um cabo de qualidade é importante para a melhor entrega em termos de som?
Vitor Kley –
O meu encontro com a Datalink se deu numa forma muito inusitada. Foi num restaurante na beira da estrada na BR, voltando de um show. Foi muito massa fazermos essa parceria e já receber os cabos. É uma segurança ter cabos de qualidade, o som fica melhor, o que nos dá mais segurança. E isso é muito importante para o artista do palco. Já caímos em muitas “roubadas” de pegar problemas nos cabos e demorar para identificar o que estava acontecendo. O show envolve um grande contexto técnico, que envolve muitas conexões de cabos. Imprevistos como perder um cabo comprometem um momento especial do show.

Ter cabo de qualidade é muito alegria para toda a nossa equipe. Estamos todos muito seguros quando entramos no palco, com os cabos da Datalink conectados nos nossos instrumentos e equipamentos de som. Estamos prontos para entregar o melhor show para o público. 

DLK – Neste ano de 2024, você completa 15 anos de carreira e 30 anos de idade. Ou seja, começou com 15 anos de idade, lançando seu álbum Eclipse Solar, de forma independente, em 2010. Desde então, vem construindo uma trajetória musical de muito sucesso. Você pode nos contar um pouco essa história do adolescente que gostava de música, de compor e de tocar e que, hoje, tem uma “Central de fãs” que chega até Portugal?
Vitor Kley –
Comecei a tocar com nove anos de idade com a minha mãe, em casa. Aos dez anos de idade, já estava estudando música, e nunca parei. Depois que as coisas começaram a acontecer, que deu uma leve sossegada, tenho mais tempo para continuar a estudar, seja a parte da produção, canto, guitarra, violão e outros instrumentos.

Foi muito bonito ter lançado o álbum em 2010, que começamos a gravar um ano antes. Hoje, em 2024, 14 anos depois, temos DVDs, álbuns gravados, um monte de show, indicação ao Grammy [Grammy Latino 2020, na categoria “Melhor Canção em Língua Portuguesa”, com a música “A Tal Canção pra Lua”] e chegamos até Portugal. Tudo o que a gente correu atrás aconteceu, e de forma ainda mais surpreendente e maior.

Esse meu lado de compor foi percebido pelo meu professor de música, pois, desde adolescente, gostava de escrever letras a partir de músicas em inglês. Fico feliz em ver que o que fazia lá atrás acabou se tornando a voz de muita gente e que os pensamentos e ideias que coloco nas minhas músicas – sempre com o objetivo do bem – criem conexões com o público.

O artista acaba conhecendo muitas pessoas e fazendo parte, de alguma forma, da vida delas. Isso é muito bom, agradeço todos que passaram na minha vida nessa construção do cantor Vitor Kley, como meus professores de música e também os da vida.

Meus pais são fundamentais para o artista que sou hoje. Crédito: Murilo Amancio.

DLK – Quais os valores de vida que compõem o artista Vitor Kley?
Vitor Kley –
Os valores são aqueles sempre do bem. Acredito que o mundo só anda para frente quando a gente soma e busca o melhor do próximo. Não é apenas uma questão de existir, mas fazer valer essa existência. E isso só é possível com amor, sentimentos bons, abraço, sorriso, sinceridade, honestidade, transparência.

Sou muito abençoado pelos pais que tenho, dona Janice e senhor Ivan, meus maiores anjos da guarda e professores da vida. Agradeço sempre a educação que eles deram para mim e meu irmão [Bruno].

DLK – No seu perfil oficial no Instagram, tem a frase “o cara cabeludo da música do sol e mais umas =)”. Quem é o cara cabeludo da música do sol?
Vitor Kley –
É um cara que está aí para fazer valer a missão que lhe foi confiada nesse plano, na Terra. Acredito que todos temos uma missão para cumprir, tem pessoas que falam em destino, como se queira definir. Estamos aqui por algum motivo. Quero ver jovens e crianças felizes, e quero deixar essa mensagem aqui para outras gerações. Esse sou eu, o cara do sol que quer fazer as pessoas felizes.

DLK –  O que o seu som, agora turbinado com os cabos Datalink, quer levar para o público?
Vitor Kley –
Com certeza, com os cabos de qualidade da Datalink, queremos levar ainda mais “sonzeira”. Nosso show é muito bem montado e com muita alegria reúne a família, une o amor, une crianças, adolescentes e adultos. Aprendi com os meus pais que devemos agradar todo mundo pelo lado do bem.

Agora, os cabos da Datalink têm essa missão junto com a gente, levar a alegria para o povo. A música é a matéria-prima, o som é que leva essa emoção para as pessoas. Esse é o nosso objetivo juntos, Datalink!

DLK – Você tem uma legião de fãs que consegue incluir diversas idades. Qual é a “mágica” desse encontro geracional onde não cabe o preconceito?
Vitor Kley –
A educação que tive com os meus pais não está apenas no meu lado pessoal, mas no profissional também. Levo para a vida. Essa fortaleza familiar me ajudou a criar um som que não exclui, mas respeita a pluralidade.

Talvez não tenha essa resposta sobre a “qual é mágica”, mas o universo sim. Acredito que abraçar a diversidade na música também é um bom caminho. Não temos barreiras. A gente faz parceria com a dupla Jorge & Mateus, Priscilla Alcantara, Samuel Rosa, Bruno Martini, com o rapper L7. A gente gosta do que é do bem, de alma pura.

Em 2024, Vitor Kley diz que será ainda mais incrível: “Tenho muitas músicas na gaveta.” Crédito: Murilo Amancio.

DLK – Quais seus projetos para 2024, Vitor? O que vem de novidade por aí?
Vitor Kley –
O ano 2024 já está sendo incrível. Estou com muitas músicas novas aqui na gaveta. Vamos ver se vamos vir com álbum novo ou de colaborações e participações. Mas temos uma agenda cheia de shows no Brasil e na Europa. Estamos sempre ampliando os horizontes, em movimento e tudo com muita paz espiritual.

>> Quer conhecer mais? Visite o site oficial do cantor em https://www.vitorkley.com.br/

Sobre a Datalink
A Datalink é uma das principais fabricantes de cabos coaxiais e conectores e desenvolvedora de sistemas de alta qualidade e performance. Empresa brasileira cujo portfólio de produtos atende a diversos segmentos econômicos e de serviços: agronegócio, automação industrial e predial, automotivo, energia solar, estética, saúde, sonorização, telecomunicações. A história da Datalink mostra a capacidade industrial e a competência da engenharia brasileira. A qualidade, a excelência e a segurança dos seus produtos são a marca da Datalink criada em 1993 e com seu complexo industrial instalado em Embu das Artes (SP). Em 2023, recebeu a certificação GPTW (Great Place To Work) de ótima empresa para trabalhar. Mais informações em
 www.afdatalink.com.br.

Assessoria de Imprensa Datalink
Rosângela Ribeiro Gil
imprensa@afdatalink.com.br

Cuidar da saúde mental é coisa de homem e de mulher

Cuidar da saúde mental é coisa de homem e de mulher

O preconceito é um fator de risco ao afastar as pessoas do atendimento psicológico. Quem cuida da mente, cuida da vida.

 

O pior obstáculo para a nossa saúde mental é o preconceito. Hoje, vamos falar dos tabus em relação ao cuidado com a saúde mental. Estamos no mês da campanha Janeiro Branco, movimento de conscientização da saúde mental e emocional, que, neste ano de 2024, completa dez anos de existência. O tema escolhido desta edição é “Saúde mental enquanto há tempo! O que fazer agora?”.

Quantas vezes não ouvimos, ou falamos, que procurar assistência psicológica é coisa “de louco, de fraco ou de mulher”?  

Especialistas da área apontam que esse tipo de preconceito atinge mais o público masculino. Por quê? Porque existe uma crença errada de que “homem precisa ser forte” ou que não pode chorar. Muitos acabam sofrendo silenciosamente, porque têm vergonha de falar sobre seus sentimentos.

As pesquisas mostram que o homem sofre mais distúrbios, complicações de saúde e hábitos ruins (ou vícios) para a sua vida. De acordo com dados do Ministério da Saúde, homens brasileiros vivem, em média, sete anos a menos que as mulheres. Ou seja, o preconceito não é boa companhia e faz mal à saúde.

Cuidar da saúde mental não deixa um homem menos homem, não faz com que a pessoa seja fraca ou louca. Cuidar da saúde mental promove bem-estar, relacionamentos saudáveis, melhora a autoestima, auxilia no desenvolvimento pessoal e profissional, auxilia na organização e manejo do tempo.

Há muitos fatores que interferem na nossa saúde mental: responsabilidade familiar, pressão no trabalho, busca pela estabilidade financeira, questões socioculturais, amigos, estudos. Ou seja, estamos o tempo todo sob pressão.

Às vezes, não conseguimos enfrentar tudo isso sozinhos e ficamos nervosos, ansiosos, angustiados. É nessa hora que entra o atendimento profissional especializado. E isso não é sinal de fraqueza, ao contrário, mostra maturidade e inteligência emocional.

Como destacam especialista, infelizmente, as pessoas só procuram a terapia quando já chegaram em seu limite emocional ou já tiveram perdas em algumas das áreas da sua vida: separação conjugal, demissão, crises familiares, entre outras.

Você sabia…
Por que janeiro Branco?

Janeiro, o primeiro mês do ano, inspira as pessoas a fazerem reflexões acerca das suas vidas, das suas relações, dos sentidos que possuem, dos passados que viveram e dos objetivos que desejam alcançar no ano que se inicia. Janeiro é uma espécie de portal entre ciclos que se fecham e ciclos que se abrem nas vidas de todos nós.

 

Por que a cor branca?
A cor branca foi escolhida por, simbolicamente, representar “folhas ou telas em branco” sobre as quais podemos projetar, escrever ou desenhar expectativas, desejos, histórias ou mudanças com as quais sonhamos e as quais desejamos concretizar. A campanha tem como objetivo criar uma cultura de cuidado emocional, proporcionando informações e apoio para indivíduos, famílias, instituições e comunidades em geral.

Dicas e recomendações
A saúde mental também precisa de cuidados no dia a dia. Por exemplo: priorizar um sono de qualidade, alimentação saudável, fazer atividades físicas – uma boa caminhada, uma corrida ou exercícios físicos numa academia de ginástica. E ainda fazer atividades relaxantes, a meditação é muito legal. É aquele momento que paramos por alguns minutos para prestarmos atenção aos sentimentos, para se ver, ouvir, sentir e acolher emoções (alegrias, tristezas, raivas, ansiedades, medos etc.).

Mas tem um cuidado fundamental para nos ajudar a lidar com a avalanche de sentimentos e emoções: o atendimento especializado. Ele é fundamental para nos ajudar no caminho do autoconhecimento, ou seja, entender o que sentimos e como lidar com emoções.

À equipe Datalink
A Datalink entende importante abordar a questão e reduzir o estigma associado à saúde mental e promover soluções e apoio. Por isso, a empresa, desde junho de 2023, oferece aos colaboradores e colaboradoras atendimento gratuito de consultoria psicológica pelo convênio com a Telavita. As trilhas oferecidas pela plataforma incluem consultas online com psicólogos e psiquiatras, conteúdos educativos, exercícios, treinamentos e outros tipos de cuidado.

Vale repetir: a Datalink oferece benefício gratuito de atendimento semanal.

Benefício
O RH da Datalink informa aos colaboradores e às colaboradoras que utilizem o benefício disponibilizado pela empresa. É um atendimento privado, semanal e online para facilitar a realização das sessões. Se quiser mais informação sobre o Telavita o RH está à disposição. Ou, se preferir, faça o acesso direto fazendo a devida identificação em https://www.telavita.com.br/.

Assista ao vídeo


Sobre a Datalink

A Datalink é uma das principais fabricantes de cabos coaxiais e conectores e desenvolvedora de sistemas de alta qualidade e performance. Empresa brasileira cujo portfólio de produtos atende a diversos segmentos econômicos e de serviços: agronegócio, automação industrial e predial, automotivo, energia solar, estética, saúde, sonorização, telecomunicações. A história da Datalink mostra a capacidade industrial e a competência da engenharia brasileira. A qualidade, a excelência e a segurança dos seus produtos são a marca da Datalink criada em 1993 e com seu complexo industrial instalado em Embu das Artes (SP). Em 2023, recebeu a certificação GPTW (Great Place To Work) de ótima empresa para trabalhar. Mais informações em www.afdatalink.com.br.

Informações para a imprensa
Assessoria de Imprensa Datalink
Rosângela Ribeiro Gil
imprensa@afdatalink.com.br